Comida Portuguesa: 8 Iguarias Gastronómicas

Portuguese Food & Wine Tips from locals

Tags:  

This post is also available in: enEnglish

Decidem fazer férias em Portugal, mas estão a meio de uma dieta?

Bem-vindos ao pesadelo de todos os que combatem o imperioso poder da gula.

Sem dúvida que um dos melhores motivos para visitar este país é a nossa gastronomia e, acreditem, de comer e beber percebemos nós.

Na gastronomia portuguesa há oferta para estômagos dos mais variados estilos, desde os amantes do gourmet aos mais gulosos, até aos que gostam de um prato cheio e variado.

Mas se quiserem um conselho de amigos: façam uma pequena pausa na dieta e não dispensem um único ingrediente da nossa cozinha tradicional.

Os espanhóis chamam-lhes tapas, nós por cá preferimos petiscos: uma enorme variedade de iguarias e pratos servidos em pequenas porções, que podem ser apreciados antes de um prato principal, podem ser desfrutados como uma refeição ligeira ou simplesmente para enganar a fome no fim de um dia de trabalho.

Os nossos petiscos são de comer e chorar por mais, mas são apenas uma fatia no enorme bolo da Comida Portuguesa.

E é precisamente por haver tanta variedade que decidimos dar-lhe uma ajuda e elaborar uma lista de alguns petiscos que não poderá escapar sem provar:

1. Pastel de Nata

Estávamos em 2011 quando o Pastel de Belém foi eleito uma das Sete Maravilhas de Portugal.

Este doce, mais frequentemente chamado de “Pastel de Nata” pelos portugueses, é fácil de encontrar em supermercados e pastelarias.

Mas fica aqui a nossa opinião e dica: os melhores pastéis de nata são (definitivamente) os da Aloma e da Manteigaria.

O original, “Pastel de Belém”, pode ser encontrado na Rua de Belém nº 84.

Como a maioria das receitas tradicionais, criadas em mosteiros e conventos portugueses, o Pastel de Nata é feito principalmente de ovos e açúcar – ingredientes que tornam simplesmente delicioso!

O Pastel de Nata é tão famoso que está certamente no topo da sua lista de “comida portuguesa a experimentar”.

E se é daquelas pessoas que dúvida que se os portugueses comem este doce diariamente, fica aqui a nossa resposta mais sincera: faz, deliciosamente, parte da nossa dieta 🙂

Hoje em dia, como há várias receitas deste doce, já estão disponíveis aulas culinárias que ensinam a cozinhar esta fantástica delícia portuguesa.

Nós escolhemos um Workshop de Pastel de Nata especial. Poderá replicar esta receita secreta em casa, com resultados muito semelhantes aos que fará na aula.

Existe ainda um Workshop Pastel de Nata Vegan disponível para pessoas vegan, ou seja, pessoas com uma dieta sem ingredientes de origem animal.

Ambas as receitas são deliciosas.

2. Pastel de Bacalhau

O bacalhau é a nossa maior paixão.

Ao longo dos anos, desenvolvemos mil e uma maneiras de cozinhar este incrível peixe de águas geladas e, temos que admitir, “Pastel de Bacalhau” ou “Bolinho de Bacalhau” é um dos nossos favoritos.

Poderá encontrar pastéis de bacalhau em restaurantes, tasquinhas e em qualquer casa de uma avó portuguesa!

Geralmente são servidos como entrada, mas é muito comum comer pastéis de bacalhau como lanche (devidamente munidos de uma cerveja).

Os pastéis de bacalhau podem ainda ser servidos como refeição, e ficam deliciosos quando o acompanhamento é arroz de tomate.

Este salgadinho é feito à base de batatas, salsa, ovos e, claro, bacalhau.

Para obter a forma característica do pastel, os cozinheiros costumam usar duas colheres – um ritual muito interessante de se ver.

Uma pequena curiosidade: apesar de todo o território marítimo português, o bacalhau é um peixe que não nada nas nossas águas.

O nosso principal fornecedor é a Noruega. Mas não se preocupe, as receitas são 100% portuguesas!

Dica: se planeia visitar a zona da Baixa-Chiado, visite o restaurante”Caneca de Prata” e peça um vinho verde tinto com um Pastel de Bacalhau.

Se gostar, poderá agradecer-nos publicando uma fotografia no Instagram, marcando-nos: @foodiebookings

3. Amêijoas à Bulhão Pato

Ora bem, temos que confessar que estas amêijoas são um dos nossos pontos fracos…

Se gosta de marisco, prepare-se: vai-se apaixonar por Portugal.

“Amêijoas à Bulhão Pato” têm origem no centro oeste de nosso país e diz a tradição que o nome é em homenagem a um poeta.

Este petisco é servido como entrada, uma vez que é feito da mistura extraordinária de amêijoas, alho, azeite e vinho branco.

Há dois lugares que recomendamos em pratos de marisco em Lisboa: Cervejaria RamiroRui dos Pregos.

Uma dica extra: os mariscos portugueses são deliciosos quando combinados com vinhos verdes como o “Alvarinho” ou o “Loureiro“.

Se gosta realmente de marisco e peixe, convidamos a que espreite uma experiência organizada pela Ana: um dia inteiro a descobrir a Cultura e os Sabores de Sesimbra, uma vila de pescadores situada a Sul de Lisboa.

A Ana vai dar-lhe a conhecer a história da pesca portuguesa, a cultura local e há ainda uma visita ao mercado local e ao museu da pesca.

A melhor parte é o almoço: poderá provar até 9 pratos diferentes de peixe e marisco, acompanhados de vinho tinto, branco e verde.

4. Pica Pau

Os apreciadores de carne estarão com certeza a pensar: “Finalmente!”

Este prato é feito com carne cortada em pedaços pequenos e misturada com pickles, alho e coentros.

O molho é tão delicioso que por terras lusas adoramos mergulhar o pão e saborear a mistura de sabores.

As tasquinhas portuguesas têm um carinho especial pelo “Pica Pau” e por isso esta relíquia da cozinha portuguesa é muito fácil de encontrar.

A receita tradicional tem carne de porco, mas também pode ser feita com carne bovina.

O restaurante Carmo, no Chiado tem o melhor Pica Pau gourmet.

A verdadeira dica secreta é que se quiser provar um (verdadeiro!) “Pica Pau” típico, tem de ir onde vão os lisboetas.

Por isso, recomendamos que calce os seus melhores sapatos e faça uma caminhada até à Padaria do Povo – um espaço muito popular entre os moradores do bairro de Campo de Ourique.

Peça este petisco com um jarro de vinho tinto da casa, pão e batatas fritas.

Já sabe como nos agradecer: @foodiebookings 😉

A Padaria do Povo é um estabelecimento do século XX e serve também outros deliciosos pratos tradicionais de carne e marisco.

Para jantar pode ser um desafio conseguir mesa, por isso recomendamos que vá cedo ou que reserve uma mesa.

5. Prego & Bifana

Temos uma predileção por duas sandes de carne: “Prego em Bolo do Caco” (na foto) e “Bifana“.

O “Bolo do Caco”, é um original da ilha da Madeira. É um pão de trigo típico que é servido com carne de vinha d’alhos.

Em Portugal continental, juntamos este pão doce com carne de vaca e um tempero de alhos ao qual damos o nome de: “Prego em Bolo de Caco”.

Visitar o Funchal para provar a sandes original (e outros sabores) é sempre uma EXCELENTE ideia.

Mas como está de visita a Lisboa, recomendamos o restaurante “Restaurante Típico Ilha da Madeira” em Campo de Ourique.

Prego” (carne de vaca) também pode ser servido em prato. Sem o pão, o acompanhamento é de batatas fritas e ovo frito.

Um dos melhores restaurantes para comer este prato é o “Rui dos Pregos” (mencionado anteriormente para comer marisco).

Bifana” é uma sandes de carne de porco.

É muito comum ver portugueses a comer esta sandes antes ou depois de um tão apreciado jogo de futebol.

A cerveja é sempre a convidada de honra destes petiscos.

O melhor lugar para conseguir uma bifana em Lisboa é a “Casa das Bifanas” no Rossio.

6. Azeitonas Curtidas

Curtidas” é um termo para uma maneira tradicional de processar a azeitona de forma a que torne comestível.

Para se poder comer azeitonas, há que as tratar para que percam o sabor amargo.

Esse processo envolve ingredientes como água e sal – duas combinações que a gastronomia portuguesa tanto adora.

7. Tremoços

Assim como as azeitonas, é possível encontrar tremoços em praticamente qualquer restaurante, café ou tasca portuguesa.

Nós por cá não resistimos a tremoços acompanhados de cerveja.

Uma das características dos tremoço, é que antes de poderem ser ingeridos, precisam de ser cozidos e salgados durante alguns dias seguidos.

Provavelmente estará a pensar: “Mas como é que isto se come?!”

Para a maioria das pessoas, o instinto é comer os tremoços com a casca. E pode ser…

Mas geralmente, o melhor é dar uma pequena mordida, depois pressionar o exterior com os dedos de forma a ajudar a empurrar o interior do tremoço para a boca.

Não há lugares secretos para comer tremoços.

No entanto, se quiser deslumbrar-se com uma fantástica arquitectura enquanto saboreia tremoços, a “Casa do Alentejo” oferece uma tigela de tremoços se comprar uma cerveja.

8. Chouriço Assado

Se gosta de carne de porco, Portugal vai com certeza tornar-se na sua segunda casa.

“Chouriço assado” é um petisco de carne de porco que geralmente é assado à frente das pessoas.

Como deve imaginar, é um espetáculo que faz as delícias dos amantes de fotografia.

Esta iguaria portuguesa pode ser facilmente encontrada em qualquer restaurante, mas poucos assam o chouriço em frente na mesa das pessoas.

Tome nota de onde ir: Frei Petisco, Tasca do Chico e Tasca do Jaime D’Alfama.

Se enquanto visita Lisboa, quiser saber mais sobre a história e a cultura gastronómica, recomendamos que reserve experiências com a Filomena e o Duarte.

Por serem dois foodies que sabem exactamente onde ir e o que comer, são muito requisitados por Chefs e bloggers internacionais.

O conhecimento em relação à gastronomia e cultura portuguesa vai além do típico guia local, e por isso cada experiência dura cerca das 5h a 6h.

Completamente incrível não é?

Selecionamos um roteiro em particular, o Lisboa Gourmet. 

Um dos mais populares para amantes de gastronomia requintada:

Lisboa Gourmet

  • Roteiro Gastronómico & Cultural com duração de 6h
  • Inclui Visita a um Mercado Tradicional
  • 10 Provas Gastronómicas da mais requintada comida portuguesa (pastelaria, queijos e enchidos, pratos de carne e peixe)
  • 2 Provas de Vinho (bebidas leves também estão incluídas: água, sumo e café)

Se gosta do nosso trabalho, siga-nos no Facebook e no Instagram.

Se, como nós, faz viagens gastronómicas, junte-se aos nossos grupos de facebook: Lisbon Food Network & Lisbon Vegan & Vegetarian Foodies

Sobre o Autor

FOODIEBOOKINGS TEAM

Adoramos descobrir novos lugares através da cultura gastronómica local. É um prazer partilhar aventuras e experiências culinárias com outros viajantes, apreciadores de comida.

Instagram has returned invalid data.